Caçadores de Cachoeiras - O Portal que te guia pelo Estado do Espírito Santo

  • PDF

Pedra da Cebola

Arquivo SECOM

 

Nome Oficial
Parque Pedra da Cebola

Regulamentação

Decreto Estadual 4.179-N, de 31 de julho de 1996.

Histórico
O Parque Pedra da Cebola foi o primeiro parque implantado em área degradada por exploração de pedreira de granito. A “Pedreira Goiabeiras”, de propriedade da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), explorou o local a partir de 1966. A pedreira demolia as rochas para construção dos piers do Porto de Tubarão. Foi desativada em 1978, dando espaço para a implantação do parque, ocorrida em 1997.

A área do Parque Pedra da Cebola, pertencente ao Governo Estadual, foi entregue à Prefeitura de Vitória no dia 07 de junho de 1997, através de Convênio de Gestão. Pelo Convênio, a PMV assumiu o compromisso de implantar um parque com características metropolitanas.

Do mirante do Parque o visitante pode observar a Praia de Camburi, parte do Maciço Central, o Porto de Tubarão e o Morro do Mestre Álvaro, localizado no Município da Serra.

Fonte: Willis de Faria

Área
100.005,00 m²

Telefone da Administração
27 3327-4353

Bairros
MOrada de Camburí, Mata da Praia e Jardim da Penha.

Acessos
Acesso gratuito pela Rua João Baptista Celestino (Morada de Camburí), Rua Ana Vieira Mafra, Rua Vicente de Oliveira e Rua Genserico Encarnação (Mata da Praia)

Horário de Funcionamento

Segunda-Feira: 5h às 9h e 17h às 22h

Terça a Domingo (e feriados): 5h às 22h


Ônibus

213 - Grande Vitória - Mata da Praia

124 - Estrelinha - Jardim da Penha

184 - Jardim da Penha - Rodoviária

164 - Jardim Camburí - Salesiano

"Qualquer outro que passa na frente do portão norte da UFES"


Flora
Espécimes rupestres, exóticas e de Mata Atlântica introduzidas. O Parque possui um mostruário de plantas medicinais.

Fauna
Aves, mamíferos, pequenos répteis e peixes.

Topografia
Relevo suave ondulado na parte superior, separado por um paredão abrupto, cava da antiga pedreira. Com terrenos de cota altimétrica que varia de 22 a 24 metros na parte superior. Duas depressões em rochas foram aproveitadas para construção dos lagos artificiais.

No mirante e sob a rocha-base que sustenta a Pedra da Cebola, existem marcos geodésicos, protegidos por lei federal, que servem no auxílio a medições topográficas.

Espaço Esportivo
Campo de futebol e campo de beisebol.

Espaço Recreativo
Playground, pista para caminhada, fazendinha e mirante.

Espaço cultural
Auditório para pequenos eventos (palestras, seminários...) e museu iconográfico.

Centro de Educação Ambiental (CEA)
A equipe do CEA trabalha com escolas, comunidades do entorno e visitantes. Há agendamento para visita monitorada de grupos organizados, de terça à sexta-feira. Atendimento ao Projeto Parquescola. Telefone CEA: 3327 - 4298.

Serviço de Orientação ao Exercício (SOE)
Atende de segunda à sexta-feira, com atividades como ginástica, alongamento e yoga.

Módulo Comercial
Possui 01 lanchonete.

Monumentos
Pedra da Cebola - monumento natural tombado através da Resolução nº 10/1990 pelo Conselho Municipal do Plano Diretor – Secretaria Municipal de Planejamento, tornou-se um marco cultural, paisagístico e ambiental da cidade. A pedra é uma formação geológica, com altitude de 26,7 m, sob forma de bloco oscilante que devido ao desgaste, assumiu formas arredondadas com sulcos em suas bordas. O nome Pedra da Cebola está relacionado ao comportamento da rocha pela ação de intemperismo, que produz sobre ela um processo de esfoliação, como o que ocorre com as cascas de uma cebola.
 
O Beijo – “Augusto Ruschi recebe o beijo de um beija-flor” – Escultura instalada em 2001, concebida pelo artista Penithencia, inspirada em foto de Ricardo Azoury. Foi presente da Prefeitura de Santa Teresa à Cidade de Vitória, nos seus 450 anos.